Alunos do Colégio Santa Cruz realizam campanha de arrecadação de lacres

Catequistas do Colégio arrecadam 80 quilos de lacres e conseguem cadeira de roda para doar a familiar de um funcionário

Como parte da missão educacional da Congregação de Santa Cruz, mantenedora do Colégio Santa Cruz, os alunos da instituição de ensino exercem diariamente a solidariedade e a compaixão cristã. Tocados pela história do tio do educador Robson, que, após uma cirurgia, perdeu os braços e as pernas, os catequistas do Colégio se uniram voluntariamente em uma campanha de arrecadação de lacres para trocar por uma cadeira de rodas. Ao todo, foram arrecadados 80 quilos de lacres.

Considerada uma ação “ganha-ganha”, já que os lacres são devidamente reciclados e garantem acessibilidade e inclusão social, a iniciativa se inspirou na “Campanha Lacre Solidário”, do Instituto Maurício de Souza.

Os alunos e catequistas se mobilizaram para angariar a maior quantidade possível de lacres e, para isso, foram pessoalmente em todas as salas do 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental, para explicar o objetivo da campanha. Convidada a participar, a comunidade abraçou a causa e, ao fim da campanha, 80 quilos de lacres foram arrecadados.

Alunos do Colégio Santa Cruz recebem Primeira Eucaristia

Alunos receberam o sacramento em três cerimônias, respeitando os protocolos de segurança

No dia 06 de novembro, 100 alunos do Colégio Santa Cruz, instituição do ensino que tem como mantenedora a Congregação de Santa Cruz, receberam a Primeira Eucaristia no Pátio Azul do Colégio. Em respeito aos protocolos de segurança, foram realizadas três missas em horários diferentes, todas elas celebradas pelo Pe. Laudeni Ramos Barbosa, CSC, orientador espiritual do Colégio, com participação do Pe. Gilliard, também da Congregação de Santa Cruz.

A decoração das celebrações contava com exposição de trabalhos realizados pelos estudantes, que retratavam a vida de Jesus Cristo. Durante o ofertório, os alunos fizeram uma retrospectiva da caminhada e trouxeram ao altar símbolos que recordaram o tempo das aulas on-line, a importância das famílias nesse percurso e a perseverança das próprias crianças. Ao final deste momento, também trouxeram uma cadeira de rodas, resultado da campanha de arrecadação de lacres, uma ação concreta que mostra como a solidariedade praticada por Jesus pode se fazer presente nos dias de hoje.

Os estudantes receberam, ainda, uma benção de Sua Santidade, o Papa Francisco. Na carta a eles dirigida, Mons. Luigi Roberto Cona, assessor para os assuntos gerais da Secretaria de Estado de Sua Santidade, felicita-os e, citando o Papa, escreve: “o Santo Padre pede ao Espírito Santo que este primeiro e feliz encontro com Jesus sirva de estímulo para vocês continuarem a receber a Sagrada Eucaristia com a pureza, humildade e devoção com que Nossa Senhora acolheu o Filho de Deus em Seu Coração materno (…)”. Leia a carta na íntegra pelo link: https://santacruz.g12.br/wp-content/uploads/2021/11/760.2021.pdf.

A Congregação de Santa Cruz parabeniza os alunos por sua Primeira Eucaristia e deseja que todos sigam seus caminhos de fé fortalecidos pelo corpo e sangue de Cristo.

Colégio Santa Cruz abre inscrições para cursos noturnos

Inscrições para Cursos técnicos e para Educação de Jovens e Adultos (EJA) vão até 30 de novembro

O Colégio Santa Cruz, que tem como mantenedora a Congregação de Santa Cruz, está com inscrições abertas para os cursos noturnos. As inscrições vão até o dia 30 de novembro e podem ser feitas pelo telefone (11) 3024-5198, das 14h às 20h. Os cursos são gratuitos e os alunos têm direito a lanche e subsídio para transporte.

Os cursos oferecidos são de Educação de Jovens e Adultos (EJA) – da alfabetização inicial ao Ensino Médio- para quem não pôde frequentar a escola na idade regular; Educação Profissional, com Cursos Técnicos em Administração e Logística, visando à capacitação para o ambiente profissional para quem já concluiu o Ensino Médio ou tem essa conclusão prevista para 2022.

As aulas terão início em 26 de janeiro de 2022 e, caso o cenário da pandemia de COVID-19 siga estável ou apresente melhoras em relação ao quadro atual, devem acontecer presencialmente. Os editais do processo de ingresso podem ser acessados pelos links:

https://santacruz.g12.br/wp-content/uploads/2021/10/Edital_2022_1_Bolsas_EJA.pdf

https://santacruz.g12.br/wp-content/uploads/2021/10/Edital_2022_1_Bolsas_EP.pdf.

O Domingo: 31º Domingo Do Tempo Comum

Leitura do Livro do Deuteronômio (Dt 6,2-6)

Moisés falou ao povo, dizendo: “Temerás o Senhor teu Deus, observando durante toda a vida todas as suas leis e os seus mandamentos que te prescrevo, a ti, a teus filhos e netos, a fim de que se prolonguem os teus dias.

Ouve, Israel, e cuida de os pôr em prática, para seres feliz e te multiplicares sempre mais, na terra onde corre leite e mel, como te prometeu o Senhor, o Deus de teus pais.

Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças. 6E trarás gravadas em teu coração todas estas palavras que hoje te ordeno”.

Salmo – Sl 17,2-3a.3bc-4.47.51ab (R. 2)

R. Eu vos amo, ó Senhor, porque sois minha força!

2Eu vos amo, ó Senhor! Sois minha força,*
3aminha rocha, meu refúgio e Salvador!
Ó meu Deus, sois o rochedo que me abriga,*
minha força e poderosa salvação.R.

3bcÓ meu Deus, sois o rochedo que me abriga*
sois meu escudo e proteção: em vós espero!
4Invocarei o meu Senhor: a ele a glória!*
e dos meus perseguidores serei salvo! R.

47Viva o Senhor! Bendito seja o meu Rochedo!*
E louvado seja Deus, meu Salvador!
51abConcedeis ao vosso rei grandes vitórias*
e mostrais misericórdia ao vosso Ungido.R.

Leitura da Carta aos Hebreus (Hb 7,23-28)

Irmãos: Os sacerdotes da antiga aliança sucediam-se em grande número, porque a morte os impedia de permanecer. Cristo, porém, uma vez que permanece para a eternidade, possui um sacerdócio que não muda. Por isso, ele é capaz de salvar para sempre aqueles que, por seu intermédio, se aproximam de Deus. Ele está sempre vivo para interceder por eles. Tal é precisamente o sumo sacerdote que nos convinha: santo, inocente, sem mancha, separado dos pecadores e elevado acima dos céus.

Ele não precisa, como os sumos sacerdotes, oferecer sacrifícios em cada dia, primeiro por seus próprios pecados e depois pelos do povo. Ele já o fez uma vez por todas, oferecendo-se a si mesmo. A Lei, com efeito, constituiu sumos sacerdotes sujeitos à fraqueza, enquanto a palavra do juramento, que veio depois da Lei, constituiu alguém que é Filho, perfeito para sempre.

Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos (Mc 12,28b-34)

Naquele tempo, um mestre da Lei aproximou-se de Jesus e perguntou: “Qual é o primeiro de todos os mandamentos?”

Jesus respondeu: “O primeiro é este: Ouve, ó Israel! O Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e com toda a tua força! O segundo mandamento é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo! Não existe outro mandamento maior do que estes”. O mestre da Lei disse a Jesus: “Muito bem, Mestre! Na verdade, é como disseste: Ele é o único Deus e não existe outro além dele. Amá-lo de todo o coração, de toda a mente, e com toda a força, e amar o próximo como a si mesmo é melhor do que todos os holocaustos e sacrifícios”.

Jesus viu que ele tinha respondido com inteligência e disse: “Tu não estás longe do Reino de Deus”. E ninguém mais tinha coragem de fazer perguntas a Jesus.

Reflexão

Moisés coloca na boca do Senhor Deus as leis e os mandamentos que o povo de Israel deve pôr em prática. Dentre estes mandamentos, a Liturgia deste domingo escolheu no 6° capítulo do Deuteronômio, versículo 5°, o seguinte: “Amarás teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças”.

As leis e mandamentos também voltam a aparecer no Evangelho escrito por Marcos, que é muito interessante. O diálogo entre Jesus e um doutor da lei serve muito bem para quem procura uma receita de vida fundamentalmente cristã. O que devemos fazer para viver perfeitamente nossa fé?

A partir do diálogo, aquele mestre da lei muito inteligente e perfeccionista parece querer acertar sua vida conforme a vontade de Deus. A solução é cumprir todos os mandamentos. Entretanto, a maioria dos representantes das autoridades judaicas procura conversar com Jesus afim de contradizer seus ensinamentos. Já aquele mestre da lei, aproximando-se de Jesus, parece vir com boa intenção e todo o respeito, mas talvez achando que Jesus prioriza demais a vida das pessoas ao invés de priorizar a honra devida ao Deus Javé. Para aquele representante da lei, o primeiro mandamento é amar e dedicar-se totalmente a Deus, pois somente Javé é superior a todos os homens e merece nosso culto.

Então, aquele doutor da lei, aproximando-se, perguntou a Jesus: “Qual é o primeiro de todos os mandamentos?”. Jesus respondeu: “O primeiro é este: Ouça, ó Israel! ‘O senhor, nosso Deus, é o único Senhor. É preciso amar o Senhor teu Deus com todo o coração, com toda a tua alma, com todo o teu entendimento e com toda a tua força’”. E Jesus continuou dizendo: “O segundo mandamento é este: amarás teu próximo como a ti mesmo! Não existe outro mandamento maior que estes”.

Portanto, segundo aquele doutor da lei, Jesus está muito certo, pois não há mandamento maior do que amar a Deus e ao próximo como a si mesmo. Então o doutor da lei, concordando com Jesus, descartou todos os deuses pagãos, que são apenas obras humanas. Portanto, somente Deus merece nossa adoração, nosso culto e nosso amor maior; amar a Deus vale muito mais do que oferecer holocaustos e sacrifícios. Este doutor da lei parece concordar plenamente com Jesus.

Mas acontece que Jesus acrescentou dizendo: “Você não está longe do Reino de Deus”. Mas por quê? Como é que ele não está no Reino de Deus? Quer dizer que algo falta para que este homem, fundamentalmente religioso, possa pertencer ao Reino de Deus. O que existe de diferente no Reino de Deus? “Amar a Deus plenamente e amar ao próximo como a si mesmo” – o que Jesus quer além disso?

Vamos tentar descobrir. Para amar a Deus verdadeiramente, será que é preciso amar também todo mundo, qualquer pessoa, pilantra, desconhecido? Quer dizer amar todo o ser humano sem exceção?

O que Jesus quer é que as pessoas desejem bem a todo e qualquer ser humano. Não podemos agradar a Deus impedindo alguém de fazer parte da lista do Seu Amor, pois Deus ama a todos. É frustrar nosso pai do Céu não amar a humanidade toda que Ele ama! O Reino de Deus acontece na união de pessoas diferentes, não todas parecidas. Assim, “o próximo” é mais do que o semblante.  Todo o ser vivendo os valores do Reino pertence ao Reino. Não existe união sem amor, e não existe amor sem união. Deus é essencialmente amor; Ele não somente “tem” amor, mas Ele é amor por essência.

O amor é a identidade de Deus. “Amemo-nos uns aos outros porque o amor vem de Deus e, sem o amor, não conhecemos a Deus, porque Deus é amor”. Ora, de todos os mandamentos de Deus, o primeiro é amar a Deus e o segundo é amar a todos os seres humanos. Neste sentido, quem não ama o irmão que vê, não ama a Deus que ele não vê. Não é possível agradar a Deus sem amar nossos irmãos. Conclusão: “Dizer que amamos Deus enquanto não amamos nossos irmãos é mentira” (Jo 4,20).


 Pe. Lourenço, CSC

Colégio Dom Amando abre matrículas para 2022

Instituição de ensino em Santarém terá vagas limitadas para alunos da educação infantil ao ensino médio

O Colégio Dom Amando, em Santarém (PA), que tem como mantenedora a Congregação de Santa Cruz, está com matrículas abertas para 2022. A instituição, que disponibiliza educação de qualidade baseada nos valores éticos e cristãos, terá vagas limitadas para novos alunos, disponíveis desde a educação infantil até o ensino médio.

Referência em educação na região, o Colégio Dom Amando oferece ensino baseado na missão de Santa Cruz de educar mentes e corações, que une a educação formal e acadêmica à educação e promoção do bem-estar social, auxiliando na formação integral do cidadão. Com equipe especializada e estrutura ampla, o Colégio Dom Amando recebe alunos para todos os níveis da educação básica, desde a educação na primeira infância até os últimos anos do ensino médio.

O anúncio da abertura das matrículas foi feito pelo Colégio por meio de um vídeo publicado em suas redes sociais. Na filmagem, Jana e Neto, eternos alunos do Colégio Dom Amando, explicam porque escolheram matricular suas filhas, as “três Marias”, na educação infantil. Segundo Jana, sua formação educacional no Colégio foi fundamental para que ela alcançasse sucesso acadêmico na faculdade. Neto completou, afirmando: “O Colégio Dom Amando contribuiu muito para a minha base. Eu tive uma formação muito boa e ótimos professores. Aprendi coisas que vou levar para a vida toda”.

Para mais informações, entre em contato com o Colégio pelos telefones: (93) 2101-2085 / (93) 99156-7998; ou pelo WhatsApp: (93) 99200-2212.

11 anos da Canonização de Santo André Bessette, CSC

Santo André Bessette, CSC ou Santo Irmão André, como é conhecido por muitos, foi canonizado no dia 17 de outubro de 2010. É o primeiro santo da Congregação de Santa Cruz reconhecido oficialmente pela Igreja. Nós, aqui no Distrito do Brasil, tivemos a honra de poder celebrar a nosso Irmão com uma linda Celebração Eucaristica de Ação de Graças pelo 11º Aniversário de sua canonização.

A celebração foi realizada na capela do Colégio Notre Dame em Campinas, presidida pelo Padre Marco Antônio Amstalden, (diocesano) pároco da Paróquia de Sant’Ana em Sousas, distrito de Campinas, na qual a Congregação de Santa Cruz se faz presente com sua missão evangelizadora e educacional a mais de 60 anos. Devido aos cuidados e obedecendo ao protocolo contra a COVID-19, a cerimônia contou com a presença e participação de aproximadamente 150 fiéis. Entre estes, estavam presentes colaboradores da Mantenedora e também pais, alunos e colaboradores do Colégio Notre Dame.

A liturgia foi preparada e animada pelos Religiosos da Congregação de Santa Cruz que testemunham com as próprias vidas a alegria do seguimento ao Senhor e a certeza de fé, de que do céu, Santo André Bessette, CSC intercede por seus confrades na Congregação e por todos seus devotos ao redor do mundo.

Que possamos ver na pessoa de Santo André Bessette, CSC a imagem de alguém que disse Sim a Deus e ao seu projeto vocacional para sua vida. Nosso Santo Irmão é modelo, para nós, de religioso que perseverou até o final. Peçamos a Deus a graça de, assim como Santo André Bessette, ser fiel a nossa vocação.




José Soares (Júnior), CSC – Orientador da Pastoral CDN

 

Mães do Colégio Santa Cruz formam associação para o financiamento de bolsas

A Associação, chamada “Santa Plural”, tem por objetivo promover e fomentar a inclusão social dentro do colégio

Como educadores, somos convidados pelo Papa Francisco a dirigir um olhar atento às questões relacionadas à diversidade, especialmente nos ambientes educacionais. Lembra-nos, ainda, o Pontífice que, nos dias de hoje, havemos que ampliar nossa compreensão sobre o tema, considerando que a verdadeira educação católica envolve compromisso indissolúvel com o respeito e a valorização da diversidade, equidade e inclusão.

Sob a perspectiva desses ensinamentos, que vão ao encontro dos princípios e valores da Congregação de Santa Cruz, realizou-se, na última sexta-feira, 15 de outubro, em Campinas, um encontro entre a Mantenedora da Congregação e a Associação Santa Plural, composta por pais e amigos do Colégio Santa Cruz, recentemente criada para, de forma independente da estrutura do Colégio, apoiar iniciativas favorecedoras da ampliação da diversidade racial na comunidade educativa.

A Mantenedora esteve representada por seu Presidente- Irmão Ronaldo Almeida, Superintendência- Geani Moller Cavallaro, Coordenadores Gerais: de Pastoral- Irmão Edson da Silva Pereira e Educacional- Márcia Savioli. Esse grupo recebeu representantes da Associação- mães de alunos do Colégio que fazem parte do grupo diretivo da Santa Plural. O prof. Fábio Aidar, diretor do Colégio Santa Cruz, foi um incentivador do encontro e também esteve presente.

Na reunião, a Congregação de Santa Cruz apresentou um panorama de suas ações, consolidadas ao longo de 77 anos de atuação no Brasil e as representantes da associação esclareceram propósitos e trouxeram contribuições para a continuidade de reflexões sobre o tema.

Alunos do Colégio Notre Dame participam de simulação de reunião da ONU

Estudantes do 9° ano do Ensino Fundamental se reuniram para discutir ações de combate ao desmatamento

Reprodução: Colégio Notre Dame

Alunos do 9° ano do Colégio Notre Dame, que tem como mantenedora a Congregação de Santa Cruz, organizaram, pela quarta vez, uma simulação de reunião do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas. Durante a reunião, estudantes discutiram ações de combate ao desmatamento das florestas tropicais, assunto frequente e emergente nas questões geopolíticas- ambientais no mundo.

Os jovens alunos representaram os países do Conselho de Segurança e levantaram propostas de resolução do problema. Além disso, discutiram e aprovaram 9 diretrizes que condicionam os trabalhos das Nações Unidas sobre o tema proposto.

FONIF realiza evento online no Dia Nacional da Filantropia

Encontro terá participação de políticos e grandes nomes da filantropia  

Participação da Congregação de Santa Cruz no evento do FONIF 2020

O Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas (FONIF), do qual a Congregação de Santa Cruz é associada, realizará, no próximo dia 20 de outubro, das 10h às 12h, um evento digital e gratuito sobre a importância da filantropia no combate à desigualdade social no Brasil. O encontro, que acontece no Dia Nacional da Filantropia, debaterá os impactos positivos da filantropia com líderes de grandes instituições filantrópicas e políticos. O evento será aberto ao público, mediante inscrição prévia.

O evento contará com a participação de Custódio Pereira, presidente do FONIF, e dos deputados federais Eduardo Barbosa (PSDB – MG) e Antônio Brito (PSD – BA). Do painel “O papel da filantropia no desenvolvimento social e redução das desigualdades no Brasil”, uma das principais atividades do encontro, participarão Julia Povoas, Diretora de Relações Institucionais da Santa Casa de São Paulo; Vidal Martins, Vice-Reitor da PUC-PR e Fernanda Maués Ribeiro, Superintendente de Administração e Finanças da AACD.

A intermediação será feita por Renata Cafardo, repórter especial e colunista do jornal O Estado de São Paulo, autora de “O Roubo do Enem”, editora Record.

Programação:

10h – Abertura: Custódio Pereira;
10h10 – Deputados Federais Eduardo Barbosa (PSDB – MG) e Antônio Brito (PSD – BA);
10h40 – Painel “O papel da filantropia no desenvolvimento social e redução das desigualdades no Brasil”.

Colégio Santa Cruz realiza 64ª Festa dos Esportes

Evento reuniu alunos do Colégio em quatro times entre 30 de agosto a 10 de setembro

Reprodução: Colégio Santa Cruz

Para incentivar a prática de esportes e o espírito competitivo entre os alunos do Ensino Fundamental II, o Colégio Santa Cruz, que tem como mantenedora a Congregação de Santa Cruz, realiza anualmente a Festa dos Esportes. A edição de 2021, que aconteceu entre 30 de agosto e 10 de setembro, marcou o 64° ano da festa, por isso considerada o evento mais longevo da instituição.

Durante a festa, os alunos são divididos em quatro times: azul, vermelho, laranja e verde. As equipes disputam diversos tipos de esportes, como futebol, vôlei, basquete e handebol, além de modalidades tradicionais da cultura esportiva do Santa, como pique-bandeira e queimada.

A Festa dos Esportes desperta nos participantes o espírito competitivo e esportivo, valorizando práticas saudáveis, trabalho em equipe e colaboração entre turmas. Para os alunos, é um período de diversão, alegria e aprendizado.

Este ano, a festa contou com uma participação singular: Jadel Gregório, recordista do salto triplo e vice-campeão mundial da modalidade. O atleta esteve no colégio para uma visita muito especial (confira mais detalhes clicando aqui) e aproveitou para parabenizar os estudantes pela realização e participação na Festa dos Esportes.

Confira o vídeo do evento pelo link: https://youtu.be/WRoVXNPJdyY.