Papa Francisco convoca Ano de São José, patrono da CSC

Celebração marca os 150 anos do pai de Jesus como padroeiro da Igreja Católica


O Papa Francisco convocou o Ano de São José no começo desta última semana em sua Carta apostólica “Patris Corde – Com coração de Pai”, publicada em ocasião do aniversário de 150 anos da declaração do Esposo de Maria como padroeiro da Igreja Católica. A celebração do ano se estenderá até 08 de dezembro de 2021.

São José é patrono da Congregação Santa Cruz, e seus valores de humildade, servidão a Deus, testemunho de vida, amor e fé guiam o trabalho missionário da Congregação de promover a educação e formação integral da pessoa, por meio da produção e difusão do conhecimento e da cultura, à luz do Evangelho, e por ações sociais que ajudem a construir um mundo mais justo, fraterno e sustentável, em comunhão com a Igreja local, num contexto de pluralidade.

Conforme destaca o ir Ronaldo Almeida, presidente da Congregação de Santa Cruz, “A fé de José se torna produtiva, cheia de frutos. Amou e cuidou da Sagrada Família, ama e cuida da Igreja, dos doentes, dos agonizantes, dos pais, das famílias, enfim, de cada um de nós Família Santa Cruz, que cremos e o temos como patrono. Que a seu exemplo, a fé seja em nós sinal de proximidade a Deus, de nossa pronta obediência, e que assim frutifique em obras de amor e cuidado para com aqueles que mais precisam de nós”.

Na Patris corde, o Papa propõe algumas reflexões pessoais sobre a figura de São José. Francisco cita sua humildade, que dá a ele um “protagonismo sem paralelo na história da salvação”, segundo a Carta, além do exemplo de homem que José se torna ao abraçar Maria sem restrições e transformar sua missão de vida “na oblação sobre-humana de si mesmo ao serviço do Messias”, amando Jesus de maneira livre e sem amarras. Em seu trabalho, José é um honesto carpinteiro, alegre e feliz em colher os frutos de seu próprio esforço – Francisco vê essa virtude do Santo como um espelho do que se deseja para todos; que haja emprego e condições de vida para todos os seres.

A Carta apostólica é acompanhada também da publicação do Decreto da Penitenciária Apostólica, que concede até o fim do Ano de São José, aos fiéis que participarem, a possibilidade de receber indulgências especiais ligadas à figura do Santo.

Confira na íntegra a publicação da Patris Corde:

http://www.vatican.va/content/francesco/pt/apost_letters/documents/papa-francesco-lettera-ap_20201208_patris-corde.html

Dom Irineu Roman é nomeado Arcebispo da Arquidiocese de Santarém

Vossa Excelentíssima Reverendíssima Dom Irineu Roman, CSJ!

Somos Religiosos da Congregação de Santa Cruz, entidade que teve origem na França, fundada em 1837, pelo Padre Basílio Moreau (Beato). A Congregação expandiu suas fronteiras, levando a sua Missão a vários países, neles reafirmando sua opção preferencial pelos mais pobres e procurando, por meio da educação e da ação social, tornar Deus conhecido, amado e servido. 

Há 75 anos chegamos ao Brasil e uma de nossas primeiras obras educacionais – o Colégio Dom Amando – está em Santarém, cidade que tem a honra de receber a instalação de sua Província e da Arquidiocese, da qual   Vossa Excelentíssima Reverendíssima será o primeiro Arcebispo. 

Temos a alegria de lhe dar as boas-vindas e de colocarmo-nos à sua disposição para contribuir nesta sua nova ação missionária, com nossa admiração e agradecimento. 

Seguiremos unidos em orações por um profícuo ministério.

Congregação de Santa Cruz