Padre Basílio Moreau – Uma revolução do amor

Pe. Basílio Moreau

Eu vivo, mas já não sou eu que vivo, pois é Cristo que vive em mim. E esta vida que agora vivo, eu a vivo pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. ” (Gal. 2:20).

Beato Basílio Moreau, fundador da Congregação de Santa Cruz, nasceu em uma pequena aldeia na França em 1799 ano em que findava o intenso período da Revolução Francesa. Apesar de conter justas e importantes reinvindicações, a revolução também trouxe período de uso extenso da força e violência para muitos, bem como a igreja, que teve propriedades confiscadas, monastérios e conventos fechados, além de ordens religiosas declaradas fora da lei.

Ao ser ordenado, em 1821, seu país e a igreja se recuperavam lentamente. Moreau aprofundou-se em atividades como professor e pregador nos anos seguintes, que lhe mostraram a importância da educação. Ao fundar a Congregação, lançou uma nova semente de revolução, irrigada de amor pelo compromisso de servir ao próximo como Cristo mesmo serviu, transformando radicalmente a realidade de milhares de impactados nesses dois séculos.

A espiritualidade de Padre Moreau, também é conhecida como a “espiritualidade do amor”. Trata-se de reconhecer o amor íntimo e profundo com que Deus nos ama, percebendo a necessidade de lhe responder, na figura do irmão, com um amor ativo, solidário e reparador.

Hoje em seu aniversário de falecimento, recordamos e fazemos votos para que a semente lançada por ele, continue sempre a exceder em amor.

Comunicação